quarta-feira, 18 de julho de 2012

Nada se cria, tudo se derruba!

Velódromo do Rio de Janeiro, construído em 2007 para abrigar as coridas de ciclismo e patinação de velocidade nos jogos olímpicos daquele ano.
Sua construção custou 14 milhões de reais, e após apenas cinco anos, cogita-se sua demolição para a construção de outro no mesmo lugar, mas que atenda as especificações olímpicas.
Ontem, na tv, vi uma reportagem de um dos construtores do projeto que disse que o atual velódromo foi construído sem os padrões pedidos devido à falta de tempo útil e devido ao projeto com as características corretas só ter ficado pronto após o término da construção.
A previsão de gastos para o próximo velódromo é de 70 milhões de reais, dinheiro que sairá não só da Prefeitura e do Estado, saírá dos nossos bolsos.
Imagino que após o início das construções esse valor ainda deve subir (como sempre acontece), e ai entram as licitações armadas, o superfaturamento de materiais... a mesma historinha que sempre é descobeerta depois de uns meses e esquecida uma semana depois devido a um outro escândalo maior.
Depois dizem:"Brasil, país do futuro"... Qual será??

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada pelo comentário!
Beijinhos!
Erica