quarta-feira, 13 de março de 2013

Mil perdões

Raramente releio o que escrevo e quando faço fico horrorizada. Perdoem minhas incoerências, minhas inconcordâncias verbais, meus erros de português, mas escrever é como vomitar, é colocar para fora tudo o que está preso e nem sempre o que está preso é coerente. Queria escrever mais e melhor. Quem sabe um dia. Aos que passam por aqui Paz!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada pelo comentário!
Beijinhos!
Erica