sábado, 22 de fevereiro de 2014

Meu valete

Tu não me amas
Tu me usas
Sou apenas mais uma dama neste jogo de cartas
Jogas-te todas à mesa e não sei nem qual eu sou
Tu já fostes rei
Hoje, és valete
Não de copas, ouros, espadas ou paus
És valete de lágrimas

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada pelo comentário!
Beijinhos!
Erica